Testando código legado: o adendo!

Este post é um complemento ao post anterior “Testando código legado”. Portanto, recomendo a leitura daquele antes de seguir adiante (sugiro que o mantenha aberto).

Lido? Vamos, então, discutir melhor a solução apresentada.

REVISANDO A SOLUÇÃO

Primeiramente, vamos entender melhor o que estamos tentando testar na classe “RelatorioDeDespesas”, utilizada como exemplo. Continue lendo »

Anúncios

Como testar que o método disparou a exceção com a mensagem correta? [Dica Rápida]

Olá, pessoal

Essa é uma dica rápida para testarmos se a mensagem retornada em uma exceção é de fato a mensagem desejada.

A forma mais popular de testarmos se uma exceção foi disparada é usarmos um assertion method específico para isso, como o exemplo com NUnit:

// fixture setup...

var ex = Assert.Throws<MyException>(() => sut.DoSomething());
Assert.AreEqual("invalid operation", ex.Message);

Continue lendo »

Como perder talentos com eficiência

Manual da Empresinha
Parte 1 – Perdendo seus melhores talentos

Tire-lhe a autonomia
Impeça que o talento tenha liberdade de executar suas ideias. Não delegue a ele nenhuma ação. Não o deixe responsável por nada. Estimule um ambiente onde “todos são responsáveis por tudo”, mas ele em si não tem carta branca para fazer nada. Pratique o “unempowering”. Qualquer iniciativa tomada exclusivamente por ele deve ser tratada como “quebra de normas da empresa”.

Só no “feijão com arroz”
Deixe o talento trabalhando em projetos/atividades muito simples e desinteressantes para o nível de capacidade dele, onde ele, no geral, não estará aprendendo nada de novo. Continue lendo »

Domain-Driven Design Rápido e Rasteiro (re-post)

ATENÇÃO: este artigo foi originalmente publicado há 2 anos em outro blog. Abaixo, segue o mesmo, sem nenhuma alteração em relação ao original. Além do conteúdo citado no artigo, se quiser saber mais, dê uma olhada na <<live que fizemos no mês passado>>.
____________________________________________________

Olá, pessoal

Trago para vocês, neste artigo, uma rápida introdução ao Domain-Driven Design, conceito criado por Eric Evans e consolidado em seu famoso livro azul “Domain-Driven Design – Tackling Complexity in the Heart of Software”, de 2003.

O assunto é bem denso e impossível de ser tratado em detalhes em um simples artigo de blog. Portanto, espero que este sirva ao menos como um start para futuros estudos sobre o tema (vale a pena!).

Boa leitura! Continue lendo »