Como perder talentos com eficiência

Manual da Empresinha
Parte 1 – Perdendo seus melhores talentos

Tire-lhe a autonomia
Impeça que o talento tenha liberdade de executar suas ideias. Não delegue a ele nenhuma ação. Não o deixe responsável por nada. Estimule um ambiente onde “todos são responsáveis por tudo”, mas ele em si não tem carta branca para fazer nada. Pratique o “unempowering”. Qualquer iniciativa tomada exclusivamente por ele deve ser tratada como “quebra de normas da empresa”.

Só no “feijão com arroz”
Deixe o talento trabalhando em projetos/atividades muito simples e desinteressantes para o nível de capacidade dele, onde ele, no geral, não estará aprendendo nada de novo. Continue lendo »

Anúncios

Manifesto a favor da diversão no trabalho

Fala, galera!

Neste post, estou compartilhando com vocês um trecho do ótimo livro “Liderando com metas flexíveis (Beyond Budgeting)”, do Niels Pflaeging, que fala sobre um manifesto a favor da diversão no trabalho. Bastante interessante e atual. Confiram!

UM POUCO DE CONTEXTO

O manifesto foi tirado do capítulo 3 (Por que metas relativas fazem mais sentido?), especificamente da seção “Trabalhar pra quê?”, onde o autor fala sobre motivação, responsabilidade, atração e retenção de talentos, além de citar exemplos de empresas que adotam a diversão no trabalho como um valor fundamental para o sucesso. Continue lendo »